sábado, 12 de marzo de 2011

Vinícius de Moraes (1913-1980)

Nasceu no Rio de Janeiro em 19 de Outubro de 1913.
Seu pai era funcionário mais também poeta e violonista, e sua mãe pianista. Na casa dos pais, todas as noites tinham música, com a presença de grandes artistas. De menino participou dos coros da escola e da igreja.
Ingressou na Faculdade de Direito do Catête, onde seu amigo Otávio Faria descobriu e incentivou sua vocação literária. Graduou-se de advogado.
Foi letrista de musicas gravadas entre 1932 e 1933 algumas em parceria com Haroldo Tapajóse com Paulo Tapajós e uma com o violonista J. Medina.
Nessa época, era amigo de Manuel Bandeira, Oswald de Andrade e Mário de Andrade.
Ganhou bolsa do Conselho Britânico para estudar língua e literatura inglesas na Universidade de Oxford, com o inicio da Segunda Guerra Mundial, retornou ao Rio de Janeiro.
Empregou-se como critico cinematográfico no jornal A Manhã, colaborando também em seu Suplemento Literário e na revista Clima, dirigida pelo critico literário Antônio Cândido.
Em 1946, após dois anos de estagio, assumiu seu primeiro posto diplomático, indo para EUA, como vice-cônsul. Em 1950 retornou ao Brasil e, um ano depois, começou a trabalhar no jornal Última Hora.
Em 1953 foi para Paris, França, como segundo secretário da embaixada, depois foi transferido para Montevidéu, Uruguai, onde ficou até 1960.
Sua peça Orfeu da Conceição, premiada em 1954 no concurso de teatro do IV Centenário de São Paulo SP, foi publicada na revista Anhembi.
Em 1956, resolveu montar Orfeu da Conceição, no Brasil paralelamente a filmagem da peça dirigida por o francês Marcel Camus. Por ela ganhou a palma de ouro no Festival de Cannes, França, e o Oscar de Hollywood, EUA, como melhor filme estrangeiro.
Sua vida foi a de um intelectual boêmio dedicado à música, a poesia, a teatro, a literatura...
Em 1967, organizou o festival de arte em Ouro Preto MG.
Participou de shows com, entre outros, Bom Jobim, Chico Buarque e Nara Leão, Oscar Castro-Neves, Dori Caymmi e Maria Creusa, Toquinho, Marília Medalha.
Vinícius faleceu no Rio de Janeiro em 09 de Julho de 1980.
Bondes do Rio no Filme "Orfeu Negro" (1957-1958)


http://www.mpbnet.com.br/musicos/vinicius.de.moraes/index.html